8 erros comuns ao programar usando o MATLAB!

Tela de códigos do MATLAB

4 minutos de leitura

O MATLAB é um programa que faz parte do dia a dia de engenheiros e cientistas (pelo menos dos mais atualizados). Sua referência na área é tamanha que, desde a graduação, estudantes de várias especialidades são ensinados a programar por meio do MATLAB, devido à sua linguagem ser de fácil compreensão

O software MATLAB combina um ambiente de desktop para análise iterativa e processos de design com uma linguagem de programação que expressa matemática e matriz diretamente. Além disso, conta com diversas toolboxes bem documentadas que foram desenvolvidas e testadas rigorosamente 

Contudo, apesar de sua praticidade, ainda há erros muito comuns na hora de programar usando o MATLAB. Hoje viemos listar esses deslizes que devem ser evitados para que sua experiência no programa seja ainda mais satisfatória. 

Vamos lá?!

 

8 erros comuns ao programar usando o MATLAB

1. Zeros à esquerda

Apesar de parecer um erro bobo, é muito fácil confundir o “.5” com um “5”, principalmente para usuários que estão trabalhando há horas e estão cansados. Por isso, fique sempre atento ao utilizar números decimais com zeros à esquerda, como “0.5”.

 

2. Traçar grandes quantidades de dados

Tentar trabalhar com grandes quantidades de dados pode muitas vezes desacelerar o software, o que pode acabar dificultando o desenvolvimento do projeto. Sendo assim, procure uma forma melhor de visualizar os dados disponíveis e trabalhe por etapas. Aqui vai uma dica para te ajudar a visualizar um grande volume de dados. Use o aplicativo Diagnostic Feature Designer do MATLAB. 

Veja também:
Tecnologia industrial: o que é e como aplicar para automação

Tela de gráficos do MATLAB.

3. GUIs com esquemas de cores berrantes

Muitos usuários cometem o erro de colorir certos botões em sua GUI na tentativa de destacá-los. Rapidamente, eles têm vários botões de cores diferentes, uma cor de fundo fora do padrão, botões grandes e diversas outras discrepâncias. Com isso, programar usando o MATLAB se torna mais complicado. 

Portanto, o aconselhado é manter os botões em suas cores padrão. A maioria dos softwares produzidos profissionalmente seguem padrões, o que facilita o trabalho de diferentes pessoas em um mesmo projeto.

 

4. Usar ans, ou qualquer outra função do MATLAB, como nome de uma variável ou função

Quando você faz isso, o MATLAB mostrará o que estiver mais alto no seu comand window. Isso acontece porque esse é o nome padrão para resposta em inglês (Answer). Além disso, algum comportamento estranho pode ocorrer se você definir uma função como esse nome. 

Evite o uso de variáveis ​​e nomes de funções que são termos comuns ao programar no MATLAB como por exemplo “mean” e “find. Se houver alguma dúvida, use o comando “which” para saber se já existe uma função com um determinado nome.

 

Saiba quais os erros mais comuns na instalação do MATLAB!

 

5. Não usar espaços em branco com bons resultados no código

Mesmo que você possa colocar vários comandos em uma linha separados por ponto e vírgula, fazer isso pode dificultar sua própria percepção. Não colocar linhas em branco entre as seções do código pode dificultar a leitura.

Você não paga nada para usar espaços em branco, use-o para deixar seu código com boa aparência e organizado ao programar usando o MATLAB. Aqui vai outra dica: Use “%” para criar comentários e linhas no seu código.

 

6. Nomes de variáveis ​​ruins

Esse é outro erro comum ao programar usando o MATLAB. Nomes de variáveis ​​geralmente são os únicos comentários que são adicionados ao código no software. A escolha do nome de uma variável é uma ótima oportunidade para deixar o significado do seu código mais claro e até mesmo autodocumentado.

Evite usar nomes de variáveis ​​como “aaa” ou “r247899921”. Eles não transmitem as informações necessárias para as pessoas que precisam ler seu código. Dica: Use “_” para subscrever suas variáveis por exemplo Vel_min, Vel_max, etc.

 

7. Codificar dados no arquivo de código MATLAB

Colocar variáveis próprias diretamente no código do MATLAB só faz sentido para pequenas variáveis. Por exemplo: faz sentido colocar uma matriz 3×3 no seu código, mas pense duas vezes sobre uma 10×10 e comece a usar um leitor de arquivos para um 100×100. 

Inserir variáveis grandes torna seu código difícil de ler, manter e entender. O MATLAB traz diversas maneiras de simplificar matrizes assim confira em Help Center.

 

8. Arquivos excepcionalmente longos

Mais um erro recorrente ao programar usando o MATLAB é criar arquivos demasiadamente longos. Mesmo que você não codifique dados em um arquivo de código do MATLAB, é fácil perder a dimensão de tamanho ao adicionar “apenas mais algumas linhas de código”.

Antes que perceba, você terá milhares de linhas de código em um único script. Isso torna seu código difícil de entender. Este problema pode ser contornado usando o Live editor para escrever seu código e já ir acompanhando os resultados.

Esses foram os erros mais comuns cometidos por usuários ao programar usando o MATLAB! Com essas informações, você agora sabe o que deve evitar ao usar o software e ao que deve se atentar. 

Que tal testar o MATLAB e o Simulink na prática? Faça um teste grátis por 30 dias!


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Translate »